Menu

The Blogging of Klein 836

crossclover68's blog

Graduação Em Tecnologia, Certificações Ou Portfólio De Projetos?

Empreenda Como Usar O Marketing Para Alavancar Teu Negócio


Você domina como os likes são relevantes. As pessoas medem a própria autoestima, e a amizade dos amigos, pelos likes que recebem deles. As Como Fazer A Gestão De Mídias sociais também executam de tudo por curtidas: planejam, resolvem e até promovem funcionários de acordo com elas. Likes valem muito. Contudo talvez não devessem. Já que, como você descobrirá nessa reportagem, eles executam porção de um jogo - que pode ser burlado dando dinheiro ao Facebook.


Sabe quando você entra em uma página do Face e dá like nela? Poderá ser cada página: a do Corinthians (curtida por 11,três milhões de pessoas), a da SUPER (4 milhões), a do seu restaurante ou escritor favorito. No momento em que você curte aquela página, passa a ganhar, em sua timeline, os posts que ela escrever. Falso. O Facebook não avisa, entretanto, no momento em que você curte uma página, na verdade tem uma oportunidade bem pequena de ganhar as publicações dela. Tudo por causa de uma coisa chamada ”alcance orgânico”.



Este termo mede quantos % das pessoas inscritas em uma página recebem os postagens que ela publica. Se todas as pessoas recebessem, o alcance seria de 100%. Porém sabe quanto é, pela prática? 6,5%. Isto é: de cada cem pessoas que curtem uma página, apenas 6, em média, recebem o tema postado por ela. Foi o que constatou um estudo feito em 2014 pela corporação EdgeRank Checker, que analisou o alcance de cinquenta 1000 artigos publicados por mil páginas. E isso é o teto. ”Em diversos casos, a taxa é até menor”, diz Walter Motta, diretor da agência Riot, que produz assunto de Facebook para corporações. O Face alega que essa restrição é necessária.


Se ele mostrasse tudo, as timelines das pessoas seriam inundadas por um exagero de conteúdo. ”Hoje, o brasileiro tem em média 400 amigos e curte mais de 100 páginas. Se todas as publicações fossem exibidas, em ordem cronológica e sem filtro, você prontamente teria abandonado tua conta há muito tempo”, explica Motta.


  • Crie tua própria hashtag e divulgue-a
  • Nuvem Shop
  • Dê uma resposta atenciosa - mesmo que não tenha sido tua culpa
  • Este tipo de marketing foca somente no público que ele quer atrair
  • cinco - Adote uma causa social
  • Auxiliar para o bom funcionamento das tecnologias sociais implantadas no empreendimento
  • Crie videos sobre isto os produtos e serviços

Faz sentido. Entretanto também há outra questão envolvida. 3,5 bilhões. E esse dinheiro vem de um local: publicidade. Ou seja, as taxas que o Facebook cobra para oferecer e partilhar postagens. Se você fazer uma página, e não pagar estas taxas, ele só mandará os seus artigos pra pouquíssimas pessoas. E você não terá acessos nem ao menos likes.


Não será popular, não vai bombar. Neste instante, pelo inverso, se você aceitar pagar… tua página ganhará um montão de likes. Inclusive se ela for indizivelmente burro. Foi o que eu descobri fazendo um teste no decorrer de duas semanas. Pra não contaminar o consequência, mantive a coisa em segredo total - não contei nem ao menos pra meus colegas da SUPER, que só ficaram sabendo da experiência após concluída. Pra impossibilitar possíveis interferências, o Facebook só foi informado do teste depois que ele de imediato tinha terminado e as provas haviam sido coletadas.


A organização recebeu por escrito uma definição detalhada da minha experiência, com uma semana de prazo para responder. Como O Snapchat Poderá Substituir A Maneira De Se Fazer Marketing Nas Redes Sociais manifestou. Famosa Que Fez Teste Pra Ganhar Celulites Garante Que Imagens São Reais uma página inteiramente sem tema e sem significado, que nenhum ser humano em sã consciência jamais curtiria - e botar dinheiro pela ferramenta de publicidade do Facebook pra observar se, mesmo desse modo, minha página conseguiria curtidas. Se desse direito, isso provaria uma tese: basta pagar para ter likes a respeito cada coisa. Utilizando uma conta falsa, que montei somente pra experiência e não tinha nenhum conhecido no Face, publiquei quatro páginas. Foram 4 por causa de aparecer ao nonsense ótimo foi mais complicado do que eu imaginava.


Por fim, quase tudo poderá ter algum significado pra alguém. Não é descomplicado montar uma página que seja infinitamente, perfeitamente, sem significado. Minha primeira página se chamava Tijolo, e trazia só a singela foto de um tijolo. De imediato apareceu uma mensagem perguntando se eu não gostaria de ”promovê-la”. Miss Que Adquiriu Na Loteria E Utiliza Dinheiro Pra Proteger Os Outros , a ideia era essa. Aceitei e o Facebook emitiu um boleto bancário.


Paguei, adicionei créditos à minha conta, e comecei a brincar. 20 pela minha página. Enquanto eu configurava minha “campanha publicitária”, algo me chamou a atenção. O Facebook me prometeu um instituído número de likes por dia. Olhe bem, ele não alegou que iria evidenciar minha página a X pessoas, que poderiam amar dela ou não. Fez alguma coisa bem distinto: falou que X pessoas iriam me dar likes. Dito e feito. Em poucas horas, consegui 69 curtidas. Contudo havia um defeito: aquilo não provava nada. Por fim, quem sabe as pessoas estivessem curtindo minha página em razão de quisessem ler sobre o assunto tijolos e utensílios de construção. Eu necessitava inventar alguma coisa com menos significado.


Uma coisa que ninguém pudesse ter motivos legítimos pra curtir. Depois de imaginar bastante, formei a página Inottarag - não significa nada, é só o meu sobrenome ao inverso. A página também não tinha nenhum conteúdo. Todavia, no decorrer de uma semana, recebeu 167 likes. 96 que paguei ao Facebook. Comecei a entrar em contato, pelo próprio Face e de imediato utilizando meu nome real, com as pessoas que tinham curtido a página Inottarag.


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.